22 julho, 2008

BATMAN PODE ESTAR EM PEQUIM

Sem superpoderes, Batman é um dos mais humanos de todos os super-heróis. Ao contrário dos seus aliados nas páginas dos quadrinhos como o Homem-Aranha, mordido por uma aranha radioativa, ou Super-Homem, vindo de outro planeta, o homem-morcego se protege das artimanhas do Coringa, Pingüim, ou Charada, com apenas sua inteligência e uma vasta fortuna, que lhe dá subsídios, equipando-o com Batmóveis, Batcabos e outros Bat-apetrechos.

Mesmo assim, somente isso não é necessário para barrar todos seus inimigos na sombria Gotham City, também é preciso um físico moldado por anos de treinamento. É necessário ser um verdadeiro atleta olímpico.

E. Paul Zehr, professor associado de Cinesiologia e Neurociência na Universidade Vitória, na Columbia Britânica (Canadá), é praticante de Chito-Ryu karate-do há 26 anos, e explica que alguém como Bruce Wayne (Batman) pode fisicamente se transformar num superatleta.

Zehr está lançando o livro: “Becoming Batman: The Possibility of a Superhero” (“Tornando-se Batman: A Possibilidade de um Super-Herói”.), previsto para outubro. Em entrevista a revista Scientific American, Zehr revela que com uma média de treinamento de dez anos, uma pessoa com características físicas e financeiras parecidas com a do bilionário de Gotham pode vir a disputar uma olimpíada em modalidades como judô e natação, esportes olímpicos que irão ser disputados pelos nossos atletas em Pequim.

Postar um comentário