29 dezembro, 2007

ABRA OS OLHOS PARA ABROLHOS

Diversidade de fauna e flora marinha associadas às belezas naturais deste arquipélago tornam o lugar um verdadeiro paraíso para moradores e turistas Ilha de Santa Bárbara onde funciona o Rádio Farol
Wagner Ferreira

Porta de entrada para os primeiros colonizadores da Europa, o arquipélago de Abrolhos está localizado no Litoral Sul do estado da Bahia, a cerca de 70 km da costa. Aos muitos quilômetros de praias maravilhosas orladas por coqueiros; a temperatura sempre morna de suas águas, são as preferidas pelas baleias da espécie jubarte para a reprodução. Por causa de sua formação de rochas vulcânicas, bancos de areia e conjunto de recifes de coral, sua geografia é considerada uma das mais raras e interessantes da América do Sul.
Em 1983, foi criado seu primeiro Parque Nacional Marinho do Brasil. Nele estão reunidas cinco ilhas: Redonda, Siriba, Guarita, Sueste e Santa Bárbara. Esta última tem a visitação vedada aos turistas por ser considerada área de Segurança Nacional, além ser um posto avançado da Marinha em relação ao continente, fazendo-se necessário à presença de militares residindo na ilha. Em Santa Bárbara está localizado o Radio Farol de Abrolhos, uma organização militar que só possui residência pros mesmos e seus dependentes. Sendo assim não existe infra-estrutura para o recebimento de turistas. Alem disso, é uma forma de contribuir para a preservação do meio ambiente da ilha.
Para desembarcar na Ilha de Santa Bárbara é necessário a autorização prévia do Comando do Segundo Distrito Naval em Salvador. Já as demais ilhas (Redonda, Siriba, Sueste e Guarita) são monitoradas pelo IBAMA, mas somente Siriba tem autorizada a visitação com o acompanhamento dos fiscais. “É a única ilha em que se pode desembarcar. Lá você poderá passar apenas 25 minutos, mas que com certeza serão inesquecíveis.”, orienta a operadora de turismo Patrícia Oliveira.


Baleias - No período entre julho e novembro, os visitantes do parque são agraciados com a visita das Baleias Jubarte, que estão lá nessa época para cópula e procriação nas águas quentes e rasas de Abrolhos, principal atrativo para um dos principais símbolos da preservação ambiental. A Jubarte foge do inverno antártico em busca de um refúgio tranqüilo e seguro para procriar e amamentar os filhotes. As baleias cantoras, como são conhecidas devido ao som que emitem, encantam visitantes e pesquisadores.
Charles Darwin - A visita ao arquipélago se completa com os atrativos deste trecho do litoral baiano que apresenta belas praias, manguezais e construções históricas. Um dos pontos de visitação é a cidade de Caravelas, fundada em 1574 por portugueses, está às margens do Rio Caravelas, no litoral Sul da Bahia. Lá estão conservados casarões do começo do século XX, quando a cidade era importante entreposto econômico do estado. Descoberto já em 1500 por Américo Vespúcio, Abrolhos foi alvo de estudo de Charles Darwin por volta de 1832. As colônias de corais sempre foram uma séria ameaça para os navios. Em 1939 o cargueiro italiano Rosalina naufragou em Abrolhos, virando atração para os mergulhadores. Outra personalidade que aportou no arquipélago foi Jaques Cousteau, famoso pesquisador francês. Em 1503, a expedição do descobridor italiano Américo Vespúcio passou por essa região e ele anotou na carta de navegação: "Quando te aproximares da terra, abre os olhos". Daí surgiu o nome Abrolhos para designar uma área cheia de recifes de corais (que chegam a ter 15 Km de extensão por 5 Km de largura), com cinco ilhotas

Principais atrações:
A noite: as noites em Caravelas costumam ser tranqüilas, mas com sorte poderá encontrar uma “seresta” ou um forró de nativos.

Clima: devido a fatores climáticos, a embarcação pode não sair na data prevista. Assim, os pacotes geralmente, têm alguns dias extras com passeios opcionais. Se não houver condição climática, existe devolução da parte marítima.

Mergulho: prepare-se com antecedência e faça um curso de mergulho. Se você não tiver disponibilidade de tempo, existem cursos rápidos com batismo em Abrolhos (consulte valores para o período de sua viagem). Se possível, leve seus equipamentos de mergulho. Para mergulhadores profissionais, o ideal é permanecer quatro dias embarcados, com mergulhos ilimitados e opção de mergulhos em naufrágios.

Passeios: não perca os passeios opcionais: na Ilha da Cassumba (almoço vegetariano e massagens) e nas praias do litoral sul da Bahia: Cumuruxatiba, Corumbau e Barra do Rio Cahy.

Telefones: sistema de telefonia via satélite com discagem DDD, DDI. Aparelhos celulares funcionam normalmente em terra firme.

Mergulhe em Abrolhos

Foto: Igor Carneiro

Viajar pelo tempo, contemplando imensos navios repousados no fundo do mar ao longo de mais de 500 anos é um show a parte que poucos lugares no mundo podem oferecer. Mas em Abrolhos, as pessoas que nunca mergulharam e não tem um curso de mergulho, podem ter todas essas atrações sem muito esforço e segurança. No arquipélago é oferecida a opção do batismo, uma modalidade aonde um instrutor vai junto com o turista, dando os primeiros passos para se mergulhar. O instrutor de mergulho, Igor Carneiro, que atua em Abrolhos, revela a importância de se preservar o meio ambiente, tratando sempre dos assuntos relativos à segurança, que pra ele são fundamentais neste ofício. “Costumo conversar sobre o lugar a ser visitado e gosto de enfatizar sempre a relação de respeito que se deve ter entre o homem e natureza, lembrando sempre que as únicas recordações que devemos ter do local são as fotos”, conscientiza Igor.
Já os mergulhadores mais experientes preferem o pernoite, pois as possibilidades de mergulhos são maiores e mais diversificadas. O que dá a possibilidade da visitação em navios naufragados e mergulhos noturnos. Durante o dia, nos passeios diários ao arquipélago, também podem ser feitos bons mergulhos. Na concepção do mergulhador Altimar Ribeiro, Abrolhos é uma reserva ambiental que deu certo, tendo o Ibama feito um ótimo trabalho, transformando o lugar num paraíso muito bem preservado. “Os mergulhos são incríveis, a diversidade da fauna e flora marinha nem se fala, são peixes de diversas espécies, tartarugas, arraias e até as grandes e graciosas baleias”, relembra Ribeiro. Em Abrolhos, os pacotes oferecidos pela Shark Dive variam de R$ 60,00 (passeios diários sem mergulho) até 1.000,00 (com 03 pernoites embarcados e mergulhos) e podem ser agendados através dos telefones: (75)8147-2644 \ (75)9131-4797 \ (75)3221-9969, ou e-mail: www. sharkdiveoperadora@gmail.com
Postar um comentário