24 maio, 2012

PM E ONGs DE DEFESA DOS ANIMAIS SELAM PARCERIA

Febadan participará dos cursos de capacitação e treinamento de oficiais e praças que irão atuar em bases da Polícia Comunitária


Ativistas terão mais apoio da PM nas operações de resgate a animais vítimas de de maus tratos 









Dirigentes da Federação Baiana de Entidades Ambientalistas Defensoras dos Animais (Febadan) se reuniram na terça-feira (22), com o comandante geral da Polícia Militar da Bahia, Coronel Alfredo Castro, no Quartel dos Aflitos, em Salvador, para discutirem uma parceria entre a PM e as ONGs de proteção animal durante as intervenções de resgate a animais que sofrem maus tratos no estado. Na ocasião, também foram agendadas palestras sobre educação humanitária e direitos dos animais, que serão ministradas para uma turma de policiais, que vem sendo capacitada para atividades nas bases comunitárias do Bairro da Paz e Itinga. 


Bastante receptivo, o coronel Castro assistiu a um vídeo sobre Educação Humanitária, que mostra a redução no índice de criminalidade em bairros violentos da África do Sul, após a aplicação de métodos educativos nas escolas, que ensinaram aos alunos a importância do respeito pelos animais. Castro prometeu estreitar os laços entre a corporação e as entidades de proteção animal, o que inclui a inserção na grade do curso de formação de policiais palestras sobre o tema. “Já podemos iniciar durante o curso de formação dos policiais que irão atuar em duas novas bases comunitárias, em Itinga e no Bairro da Paz”, revela Castro.

Castro entendeu a necessidade estimular a cultura de respeito à vida e à dignidade aos animais

O comandante da PM recebeu das mãos da presidente da Febadan, a advogada Ana Rita Tavares, o DVD contendo o documentário “Salve o 2 de Julho e os Animais”, que mostra os maus tratos impostos a animais de grande porte durante as festas populares da Bahia. Ele recebeu ainda outro DVD, que explana sobre os direitos dos animais em condomínios. “Em meu condomínio não é permitido sairmos com nossos animais”, revela o coronel, que tem uma cadela de estimação. “Vou assistir, será muito útil”, completou Castro. 

A presidente da Febadan, Ana Rita Tavares, viu a audiência como extremamente proveitosa e disse que o comandante da PM se mostrou ser uma pessoa sensível aos problemas expostos naquela oportunidade. "O coronel Castro assegurou à diretoria da Febadan e a ativistas presentes, o necessário apoio daquela Corporação para garantir o êxito das operações de resgate de animais em situação de maus tratos e risco de vida realizadas por protetores, fruto de denúncias recebidas por e-mail e telefonemas”, elogiou.

No dia do abraço, o comandante da PM foi agraciado por Ana Rita

O coordenador da Polícia Comunitária, Capitão Paiva, aprovou a idéia de incorporar valores humanos na formação dos policiais que irão atuar em parceria com a comunidade. “Entre a repressão e a educação, prefiro prezar pela segunda opção. Só a educação transforma e vamos sim firmar essa parceria”, comemorou o oficial, que recebeu, além de Ana Rita Tavares, também o educador humanitário Francisco Athayde, um dos responsáveis pelas palestras, que estão previstas para os dias 28, 30 de maio e 1º de junho, e acontecerá no auditório da Faculdade Dom Pedro II, no bairro do Comércio. (Fotos: Wagner Ferreira)       


Postar um comentário